UR CADIMA: A última vitória de uma temporada brilhante!

O dia era de festa, a casa compôs-se para a ocasião, mas antes havia 90 minutos para disputar com a atitude normal da URC e que a levou à liga BPI. Muitos foram os adeptos que não quiseram perder a oportunidade de parabenizar o grupo de trabalho e fizeram a deslocação até ao Parque Desportivo do Fujanco para aí assistirem a um bom espetáculo desportivo e participar no adeus à época 2018/19. 

Filipe Silva promoveu algumas alterações no 11 para que todas atletas pudessem usufruir de momentos de jogo. Foi o Cadima a entrar melhor e logo aos 5 minutos de jogo inaugurou o marcador com um golo da inevitável Anita que recebeu na direita fletiu para o interior e nada podia fazer Sara perante um remate bem colocado. Será que foi o último golo ?

A equipa visitante tentou de imediato responder e equilibrou a partida que passou a ser disputada com boa intensidade mas sem importunar ambas as guarda-redes. Alguns remates sem perigo e vários cruzamentos inofensivos foi o que foi visto durante meia hora.

O público queria mais e não deixava adormecer a equipa local: aos 34’ Anita na direita descobre Andreia na esquerda, com um passe de rotura perfeito coloca a bola no pé esquerdo da extremo gandareza que conduziu a bola 40 metros e perante a saída de Sara teve a frieza e qualidade para executar um chapéu perfeito. Estava ampliada a vantagem para alegria dos locais. O golo abalou um pouco a estrutura adversária que viu Luana por duas vezes, 37’ e 40’ ter boas possibilidades de fazer golo mas, em ambos os momentos, permitiu a defesa da guardiã Sara.

O segundo tempo iniciou quase como o primeiro. Apenas mudou a forma e a protagonista: Ana Mendes aproveitou uma bola parada e com uma execução perfeita bateu o livre para o fundo da baliza da guardiã visitante… estava feito o terceiro da tarde quando estávamos no minuto 52’. Volvidos 3 minutos, o momento da tarde: substituição emocionada de uma das goleadoras do campeonato nacional da segunda divisão, Anita que fez 45 golos na presente época desportiva apenas superada por Marta Ferreira ( SC Portugal) e Darlene Sousa ( SL Benfica ).

A casa cada vez tinha mais publico numa bonita tarde no Fujanco. A equipa do Bonitos Amorim reagia à desvantagem mas não conseguia ultrapassar a defensiva local, a equipa da casa por sua vez empurrada pelos muitos adeptos tentava dar velocidade ao jogo mas também não encontrava a fórmula para ultrapassar a última barreira forasteira.

Filipe Silva dava oportunidade a Hespanha e Valente atletas menos utilizadas ao longo da época. Do lado de fora ouviam-se os cânticos das equipas de formação que assim abrilhantavam o espetáculo… elas que, mais tarde, iam receber o seu troféu de campeãs distritais sub-19.

O jogo estava equilibrado com ambas equipas à procura de mais golos. Aos 85’ a defesa do Bonitos Amorim, Luísa, marca superiormente um livre e coloca a bola no fundo da baliza à guarda de Telma. Estava reduzida a desvantagem para a equipa visitante. As locais não acusaram o golo e voltaram ao controlo do jogo e, em cima do apito final, Valente na esquerda tira a sua marcação do caminho e fez um golo de bandeira. Uma da treinadoras da formação fazia assim o último golo da época da URC para loucura das suas atletas e alegria das gentes locais… um bonito golo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pouco tempo depois terminava o jogo e encerrava a época desportiva da equipa sénior da UR Cadima com mais uma vitória e a certeza que para a próxima época o campeonato será na Liga BPI. Seguiram-se os festejos naturais nestas circunstâncias numa comunhão entre adeptos e grupo de trabalho que culminou com uma foto coletiva no terreno de jogo que juntou atletas, ex-atletas, equipa técnica, dirigentes, ex-dirigentes, familiares, autarcas e muitos simpatizantes e amigos num momento tão interessante quanto bonito.

Arbitragem sem problemas contando com o desportivismo das equipas.    

Texto: Mariana Mendes, a quem o Jornal Mira Online agradece a disponibilidade