Rússia excluída de Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos

A Rússia foi excluída dos Jogos Olímpicos durante quatro anos, devido a questões de “doping” levadas a cabo com o apoio estatal tornadas públicas há cerca de seis anos, anunciou a Agência Mundial Antidopagem (AMA).

De acordo com um porta-voz da AMA, “a decisão tomada por unanimidade”, determina a exclusão da Rússia dos Jogos Olímpicos de Verão Tóquio2020, de Inverno Pequim2022 e de todos os campeonatos do Mundo, e prevê a possibilidade de os atletas competirem sob bandeira neutra.
Com esta decisão a seleção russa não poderá participar nos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, nem no Campeonato do Mundo de 2022, no Qatar.
O Euro’2020 de futebol não vai ser afetado pela sanção de quatro anos de suspensão contra a Rússia pedida pela Agência Mundial Antidoping (AMA), face a nova falsificação de dados que lhe foram transmitidos pelas autoridades do país.

“Não se trata de um evento principal e não é um campeonato do Mundo”, justificou uma fonte, que pediu anonimato, em declarações à France Press.

O campeonato da Europa de 2020 vai ser disputado em 12 cidades de outros tantos países, incluindo São Petersburgo: paralelamente, a Rússia também está qualificada.
A decisão, tomada pelo comité da AMA que avalia o cumprimento dos regulamentos, é passível de recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).
RTP
%d bloggers like this: