Quando as palavras fogem, o melhor é admirar a arte…

A última noite das Festas de Portomar e Cabeço foi um resumo de todas as outras: fantástica!

“O homem sonha… a obra nasce!”

Chegaram ao fim, as Festas: Portomar e Cabeço celebraram Nossa Senhora do Carmo de forma digna e honrada. Como em todos os anos anteriores, uma grande equipa de abnegados dispostos a não deixar cair a tradição, pôs-se na estrada a juntar apoios, organizou eventos e, finalmente, deu início às grandiosas Festas da terra.

O resultado ficou à vista de todos: dias e noites intermináveis levaram milhares de pessoas ao recinto, dando-lhes um pouco de tudo do que podiam esperar do evento!

Enquanto não chega a hora do balanço que a Comissão de Festas irá realizar, é necessário sublinhar o que foi a última noite e o que ela representou a alguns jovens artistas que tiveram o privilégio de subir ao palco daquela que é, seguramente, uma das mais famosas e importantes bandas nacionais: a Hi-Fi

Tanto talento possuem estes jovens artistas…

Nostra Cantores se fez presente no programa das Festas e ajudou a trazer ainda mais orgulho a quem confiou na equipa escolhida por Pedro Miguel Gordo e nesses talentosos artistas que possuem enorme margem de progressão, mas já são suficientemente atrevidos a ponto de enfrentar a plateia e darem asas aos seus sonhos.

Sim, é preciso ter uma certa dose de atrevimento e muito pouco medo de errar para assumir publicamente a sua vontade de fazer algo diferenciador. Aquelas meninas e aquele rapaz que estiveram em palco, fizeram-no com enorme galhardia e uma soberba carga de auto-controlo.

Foi ali em cima que eles realizaram o desejo que tinham e foi ali mesmo que receberam os merecidos aplausos, após cada apresentação. Souberam, cada um à sua maneira, com erros pelo caminho – quem não os comete? – e com acertos em profusão, cantar canções que levou a todos a uma viagem musical que passou de Mariza aos Queen, passando – por exemplo – por Celine Dion.

É preciso uma grande dose de ousadia para não recear os enganos, nem se deixar vencer pelas suas limitações: todos eles emprestaram as suas almas e corações a uma apresentação que a todos dignificou.

Parabéns a todos, sem exceção. E, parabéns a quem também se atreveu a colocá-los em tão grande palco!

Hi-Fi: O supra-sumo das bandas portuguesas!

Encerrar uma Festa com os Hi-Fi é o mesmo que deixar sem palavras a quem vive delas.

Os adjetivos são tantos e ao mesmo tempo tão escassos…. as ideias fervilham na cabeça do articulista, mas ao mesmo tempo, estão ali de forma desordenada e de difícil execução.

Os Hi-Fi são bem mais que músicos e artistas talentosos. São mais que presença em palco. São mais que uma simples banda que atua num qualquer local do país. Sem desprimor a nenhuma outra banda, esta possui uma aura de grandiosidade que lhe faz justiça quando é considerada – talvez – a maior banda do país.

Coreografias, vozes, luzes, afinações… tudo conjuga, no instante em que eles sobem ao palco, no sentido de fazer do seu espetáculo algo magnífico.

Mais vale, portanto, deixarmos os adjetivos de lado e, numa próxima oportunidade, vê-los novamente a atuar. Que eles são muito bons no que fazem, todos já sabemos… por isso, deixe-mo-nos de meras palavras e passemos a dançar e cantar ao som desta grande banda!

Uma Comissão de Festas 5 estrelas…

Os parabéns mais merecidos devem seguir à uma Comissão de Festas que soube, desde o primeiro instante, saber interpretar bem o seu papel.

A todos os que aceitaram a árdua tarefa de arregaçar as mangas e dar o melhor de si, só se podem deixar elogios. Não é para qualquer um: é somente para os que assumem as suas responsabilidades sem medo da crítica fácil e destrutiva…

Jornal Mira Online: Meio de Comunicação Oficial das Festas em Honra de Nossa Senhora do Carmo

Este slideshow necessita de JavaScript.