Memorial da escravatura em Lisboa estará concluído no 1.º trimestre de 2021

O projeto “Plantação — Prosperidade e Pesadelo”, do artista angolano Kiluanji Kia Henda, para criação de um memorial da escravatura em Lisboa, vai estar concluído no final do primeiro trimestre de 2021, revelou o autor à agência Lusa.

A criação de um memorial da escravatura foi um dos projetos vencedores do Orçamento Participativo de Lisboa de 2017/2018, na sequência do qual foi lançado um concurso pela Câmara, saindo vencedora, em março deste ano, a proposta de Kiluanji Kia Henda.

“Há algum atraso devido à situação de pandemia de covid-19, mas o trabalho continua. Já temos o protótipo de uma cana de açúcar que está a ser realizado no Porto, por uma empresa portuguesa. Depois será a fase de produção, e segue-se a de engenharia. A expectativa é que o memorial esteja concluído no final do primeiro trimestre de 2021”, disse o artista sobre o andamento do projeto, em entrevista à agência Lusa.

Lusa

%d bloggers like this: