Mariza: Um espetáculo dentro do seu próprio espetáculo!

Vinte anos depois de iniciar a sua virtuosa carreira artística, a cantora Mariza mostrou no palco da Expofacic, que ainda está para as curvas

Não é para todos: a fadista Mariza soube – como é seu apanágio – interagir de forma brilhante com o enormíssimo público que acorreu à Feira para ouvir a sua voz portentosa e ver in loco que o Fado pode ser cantado de uma forma mais informal e dinâmica.

Com canções leves, soltas ou complexas na hora da interpretação, Mariza engalanou a noite cantanhedense e colocou milhares e milhares de pessoas a cantar temas que já fazem parte da história da música portuguesa.

O que ela fez foi, antes de mais nada, cantar e encantar, conseguindo, na perfeição, alegrar ainda mais quem assistiu ao espetáculo que lhe antecedeu, o do humorista Nilton.

Nilton abriu as hostilidades da noite, conquistando rapidamente o público que fartou-se de rir – houve quem chorasse de tanto rir… – com os seus famosíssimos apanhados e com a forma maliciosa que, sem ser agressivo, consegue contar anedotas.

Mas, se o palco principal foi – mais uma vez – o grande destaque da noite, também por toda a área do recinto da Expofacic aconteceram coisas de enorme valor artístico e cultural.

Já agora: sabia que – se necessitar – há um espaço onde pode carregar o seu telemóvel e beber água da torneira, fresca e com qualidade?

As imagens que se seguem demonstram a vitalidade de uma Feira que não perde o seu fulgor…

Jornal Mira Online

Este slideshow necessita de JavaScript.