Incêndios: Empresa em Oliveira de Frades renasce com mais trabalhadores e mais produção

A fábrica da Carmo Wood, que tinha ficado destruída por um incêndio a 15 de outubro de 2017, inaugurou esta sexta-feira novas instalações em Oliveira de Frades, assegurando mais trabalhadores, mais capacidade de produção e um crescimento nas vendas.

Onze meses depois de as chamas terem passado pela empresa de transformação de madeira e terem destruído tudo – “até o que estava debaixo do chão desapareceu” -, foram inauguradas as novas instalações, com oito pavilhões distribuídos por 120 mil metros quadrados, na zona industrial de Oliveira de Frades.

“São tantas coisas em tão pouco tempo”. São estas as palavras do presidente do grupo Carmo Wood, Jorge Carmo, que realça a capacidade de a empresa, passado menos de um ano, ter passado de de 111 trabalhadores para 150, aumentado em 30% as vendas e passado de uma capacidade instalada de transformação de 150 mil metros cúbicos de madeira para 250 mil.

“Como é que isso se consegue? Com um grande sacrifício de todos, sobretudo dos que trabalham aqui”, salientou Jorge Carmo, em conversa aos jornalistas, destacando a capacidade dos seus trabalhadores, que conseguiram “reconstruir aquilo que era inimaginável aqui há 11 meses”.

Segundo o responsável do grupo, dois dias depois do incêndio, os trabalhadores já tinham começado a limpar no meio das cinzas e, passado 15 dias, começou o trabalho ao ar livre, em três turnos, com “máquinas rudimentares, algumas compradas em segunda mão”, valendo-se também da solidariedade de fornecedores.

%d bloggers like this: