Há mais uma morte confirmada por coronavírus em Portugal. Número de casos sobe para 785

A Direção-Geral da Saúde (DGS) avançou hoje em novo boletim a confirmação de 785 casos do novo coronavírus em Portugal. Há mais 143 casos do que esta quarta-feira, 18 de Março.

Segundo o boletim publicado esta quinta-feira, 19 de março, Portugal registou até agora 785 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, Covid-19.

Há mais 143 casos do que ontem, 18 de março, sendo a primeira vez desde dia 10 de março — em que se confirmaram dois casos — que a percentagem do número de casos confirmados decresceu em relação ao dia anterior.

De realçar, porém, que este boletim regista agora três casos confirmados nos Açores, com a adição de um caso novo na ilha do Faial. Ontem, a DGS tinha avançado também com a confirmação de três casos na região autónoma. No entanto, a Autoridade de Saúde Regional dos Açores corrigiu o número para dois casos, adiantando estar em contactos com a DGS para se corrigir a informação. A DGS não chegou a apresentar um esclarecimento.

Não houve alterações em relação ao número de internamentos. Segundo o boletim da DGS, mantém-se 89 pessoas internadas, 20 das quais em cuidados intensivos.

Segundo o boletim da DGS, o total de casos suspeitos subiu para 6061 e o total de casos não confirmados é de 4788.

Há 488 pessoas a aguardar resultado laboratorial.

O documento da DGS regista três óbitos por infeção contraída de coronavírus, somando-se um novo caso na região Centro do país.

Segundo este boletim, o número de recuperados não se alterou, mantendo-se nos três casos. No entanto, o SAPO24 confirmou ontem de manhã um quarto caso de recuperação, esperando-se que tenha alta do Hospital de São João do Porto.

Neste momento há 8091 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.

Entre os casos importados o registo é de 1 de Alemanha/Áustria, 1 de Andorra, 1 da Bélgica, 23 de Espanha, 16 de França, 17 de Itália, 1 do Irão, 2 dos Países Baixos, 1 do Reino Unido e 8 da Suíça.

Neste momento, Portugal regista 24 cadeias de transmissão ativas.

A região Norte é a que regista mais casos, com 381 casos confirmados até ao momento. Segue-se a de Lisboa e Vale do Tejo com 278 casos, havendo dois óbitos registados. A região Centro regista 86 casos (um óbito registado), o Algarve tem 25 casos e o Alentejo tem dois casos.

Nas regiões autónomas, os Açores têm três casos e a Madeira tem um caso confirmado.

Há ainda a registar nove casos de infeção no estrangeiro.

Os principais sintomas são tosse (25%), febre (20%), dificuldade respiratória (8%), cefaleia (14%), dores musculares (14%) e fraqueza generalizada (10%).

Se considerarmos as faixas etárias, a faixa etária dos 40 aos 49 anos continua a ser a que tem mais casos confirmados para qualquer um dos sexos, com 19,7% no sexo masculino e 22,8% no sexo feminino. A faixa etária dos 30 aos 39 é a segunda mais afetada pela pandemia, com 18% dos casos do sexo masculino e 19,2% dos casos do sexo feminino a estarem concentrados neste intervalo de idades.

A população com menos de 9 anos (0,8% no sexo masculino e 3,6% no sexo feminino) e a população com mais de 80 anos (4,3% no sexo masculino e 5,4% no sexo feminino) são os grupos etários menos afetados pela pandemia em termos percentuais e por sexo.

A informação apresentada pela DGS refere as percentagens de casos confirmados divididas por sexo e não no total.

Madremedia

%d bloggers like this: