FRM retomou ensaios a pensar no dia do retorno…

A cultura, também ela, foi atingida em cheio por um vírus que veio para ficar e que obriga a uma adaptação indispensável para que, no momento certo, tudo esteja a postos para o regresso ansiosamente aguardado por todos.

Tendo recebido a devida autorização no dia 3 de Julho, para voltar aos ensaios, a Filarmónica Ressurreição de Mira fez jus à sua disponibilidade inesgotável para superar as adversidades e retomou a sua atividade, sem nunca perder de vista as indicações da DGS, no que se refere à higienização e ao distanciamento necessários.

Realizando ensaios que foram programados por etapas, a primeira sessão pertenceu ao grupo que atua com instrumentos de madeira no dia 4 de Julho e, na segunda, com metais e percussão, no dia 11.

Ao ensaiar alternadamente, a ideia básica é a de que “se mantenha intacto o espírito de grupo… dentro dos possíveis, neste momento”.

Certo é que, apesar de não se vislumbrar uma autorização para espetáculos a curto prazo, a FRM mantém intacta a ideia de, “quando houver possibilidade”, celebrar condignamente os cento e cinquenta anos de existência desta Banda que é uma referência a nível nacional.

“tristeza de não poder colocar em prática o vasto plano de celebração” de tão importante marca não é suficiente para abater as mulheres de enorme garra que assumiram, desde há algum tempo, os destinos da Filarmónica. Sem desanimarem, sem se deixarem esmorecer por tão difícil problemática como é esta pandemia, refizeram os planos e vão adaptando-os à realidade e às suas exigências.

Ainda em 2020 ou em 2021, a Filarmónica Ressurreição de Mira realizará a tão ambicionada celebração dos seus 150 anos. No fundo, esta é apenas uma contrariedade que não faz desaparecer o desejo de, com brilhantismo, honrar tantos e tantos nomes importantes que, como Manuel Anilde – que empresta seu nome à Casa da Música de Mira – deram muito de si para que a FRM tenha conquistado o seu lugar ao sol…

Diz o povo – e bem – que “dias melhores virão”. É só continuar a ensaiar e o momento certo chegará…

Francisco Ferra / Jornal Mira Online

Este slideshow necessita de JavaScript.