Foi o São Tomé “possível”…

Mirenses, visitantes e emigrantes saudosos da sua terra não puderam celebrar o São Tomé de 2020 com as suas habituais Festas e Procissões. Fizeram-no de uma forma simples e singela: a orar!

Fruto de uma pandemia que mudou o rumo aos planos de todos – a bem da verdade, em todo o mundo – a celebração em honra do padroeiro do Concelho mirense, restringiu-se a duas missas durante o Sábado, vinte e cinco de Julho… uma pela manhã e outra durante a tarde.

Sem se deixar abater e, como a fé sobrepõe-se às dificuldades, a paróquia e o município juntaram esforços, para que as celebrações levassem as pessoas ao espaço livre no centro da vila em substituição à Igreja Matriz ou à Capela no Casal de São Tomé. Foi a demonstração de que muito pode ter mudado nos últimos meses, mas a devoção ao padroeiro… esta, permanece intacta!

Francisco Ferra / Jornal Mira Online

Este slideshow necessita de JavaScript.