Filarmónica Ressurreição de Mira: transição tranquila em dia de aniversário

No dia em que a FRM comemorou 149 anos de existência, a Filarmónica viu Rúben Henriques passar o testemunho a Ricardo Lameiro, o novo Maestro da banda.

Foi com natural emoção, tanto por parte do antigo maestro como também de todos os elementos que compõem a atual banda filarmónica, que aquele competente profissional se despediu, a fim de seguir um novo caminho. Entretanto, o próprio deixou bem vincada a certeza de que levará a FRM no coração e estará “sempre ao dispor” a qualquer momento em que esta assim o entender… São laços fortes que unem o artista à banda que dirigiu com maestria (passe a expressão) durante três anos.

Já Ricardo Lameiro, o homem que se segue, também atuou no espetáculo de aniversário que ocorreu no passado Domingo na Casa do Povo de Mira, tem a partir de agora, a oportunidade de dar seguimento ao bom trabalho desenvolvido anteriormente implantando, como não podia deixar de ser, a sua forma de trabalhar, em prol da banda que agora assume.

Ficou, entretanto, a certeza de que a transição foi feita de forma pacífica e bem preparada, o que é o garante de um ano repleto de boas perspectivas que irão desaguar na importantíssima celebração dos 150 anos da FRM, uma marca absolutamente notável de um percurso feito – como em tudo – sob bons e maus momentos, mas que foram deixando uma marca indelével na cultura mirense.

Jornal Mira Online

Este slideshow necessita de JavaScript.