Cordinhã terá Escola de Música para todas as Idades

Foi assinado, ontem, na sede Junta da Cordinhã, um protocolo de cooperação entre a Junta de Freguesia de Cordinhã, representada pelo seu Presidente – Pedro Carrana e a Associação Filarmónica Marialva de Cantanhede também representada pelo seu Presidente – Marco Santos, com vista à Criação da Escola de Música de Cordinhã e a prossecução de objectivos comuns na área da formação musical. Estiveram presentes o Maestro, Músicos, demais Directores, o executivo da junta e muitas pessoas que quiseram assistir a este ato simbólico.
 
Pedro Carrana, Presidente da Junta de Freguesia de Cordinhã, referiu que hoje é um dia muito importante para a nossa freguesia., pois foi dado um passo de gigante com a Criação da Escola de Música de Cordinhã de modo a proporcionar a crianças, jovens e adultos um ensino efectivo e de qualidade na área da cultura musical. Esta escola funcionará nas instalações da Freguesia e aos Sábados“.
 
Pedro Carrana agradeceu “o espírito de colaboração e de proactividade do Presidente Marco Santos, bem como a toda a Direcção desta Filarmónica, assim como ao seu maestro, Alexandre Madeira e Professores que irão leccionar na Escola de Cordinhã.”
 
Pedro Carrana aproveitou a ocasião para informar que “as Inscrições para a Escola de Música estão abertas, devendo as pessoas dirigir-se à Junta de Freguesia, ou por telefone: 231416111 ou email: freguesiacordinha@sapo.pt, e que as aulas irão iniciar-se no Sábado dia 24 Março, pelas 10H.” 
 
Marco Santos, Presidente da Associação Filarmónica Marialva de Cantanhede, salientou “a importância deste projecto da Escola de Música de Cordinhã, como Pólo da Escola desta Filarmónica, e que assenta num objectivo de alargar a sua área de influência musical e na expectativa de captar mais elementos para a sua Filarmónica”.
 
Marco Santos, referiu que “acredito nesta futura Escola e que irá trazer novos talentos para a nossa Filarmónica. Nós iremos assegurar toda a formação musical com experientes e reputados Professores dos mais variados instrumentos musicais”.
Esta cerimónia terminou com um momento musical, pelo quarteto de saxofones “Marialva Royal Sax Quartet” o mais recente projeto desta Filarmónica, seguido de um Espumante de Honra, porque vir a Cordinhã é sinónimo de provar o que a Cordinhã tem de melhor – os nossos Vinhos.