Opinião: O Estado Português falhou

Se quando o Estado falha aos seus não há lugar a censura, nada mais há a censurar porque o Estado deixou de servir para o essencial O Estado Português falhou em duas das suas mais básicas tarefas: a proteção de pessoas e a proteção do seu território. E falhou clamorosamente por duas vezes, em duas…

“SOMOS O QUE COMEMOS” (Hipócrates)

  Na semana em que se assinala o Dia Mundial da Alimentação, a frase que Hipócrates, Pai da Medicina, nos deixou faz cada vez mais sentido. Ainda, há 2500 anos atrás, Hipócrates, acrescentou, “que o vosso alimento seja o vosso medicamento”. A Organização Mundial de Saúde (OMS) define o termo “saúde” como um estado de…

OPINIÃO QUE CONTA: “ACORDAI! Uma acção de cidadania em luta contra a corrupção, pela transparência”

LUTA CONTRA A CORRUPÇÃO Todos aqueles que gerem e administram dinheiro, valores e património público devem obedecer aos princípios da prossecução do interesse público, igualdade, proporcionalidade, transparência, justiça, imparcialidade e da boa fé na administração. O fenómeno da corrupção constitui uma violação clara destes princípios e o Movimento ACORDAI! está empenhado em não tolerar essas…

OPINIÃO QUE CONTA: “Palavras que matam”, poema de António Veríssimo… sempre atual!

PALAVRAS QUE MATAM!   Nas páginas dos jornais, nos folhetos ocasionais… HÁ PALAVRAS QUE MATAM!   Nos livros banais, nas bíblias celestiais… HÁ PALAVRAS QUE MATAM!   Nos opúsculos sem história, nas recordações sem memória… HÁ PALAVRAS QUE MATAM!   Na folha dominical, em qualquer papel sazonal… HÁ PALAVRAS QUE MATAM!   Na revista cor-de-rosa,…

Opinião: “O Colapso do Interior do País”

A voracidade dos incêndios e a nossa incapacidade para os combater vieram colocar a nu o colapso do interior. Não foi por falta de aviso, 80% do nosso território estava abandonado e grande parte está agora ardido, especialmente em distritos como Santarém, Leiria e Coimbra. Nunca vimos um verão como este, com tantas tragédias, com…

Artigo de Opinião – TENTATIVA TOTALITARISTA

TENTATIVA TOTALITARISTA Aproximam-se as eleições autárquicas e nunca a nossa democracia esteve tão frágil devido às conveniências partidárias. Pergunta-se em quem votar, votaremos no vencedor ou o derrotado vencerá? A perda de identidade de alguns partidos políticos, ao longo destes 43 anos de democracia, confundem as mentes mais adormecidas porém, inquietam as mentes mais atentas.…